19/02/2010

Comenda Ordem Avis II










1ª Direcção 4ª Repartição
Nº6438

"António d'Araújo Vasques da Cunha, requer pelo Reino huma Comenda Honorária da Ordem d'Aviz, em testemunho dos particulares serviços que fez na guerra; alegando e provando por documentos que sentára praça de soldado voluntário em Junho de 1796; que seguio os Postos até que sendo, Tenente, e havendo assistido à guerra de 1801, passou a Capitão da L. Legião Lusitana em Agosto de 1808, e depois ao Regimento de Cavalaria Nº2, sendo promovido a Major effetivo para Cavalaria 3 em Maio de 1812, e demitiddo pelo requerer, em razão de modéstia, em 13 de Janeiro de 1813/ servio 16 anos, 7 meses, e dias/, havendo-se portado com destinção na guerra da Peninsula a que assistio, segundo parece dos documentos, até 1812; e não tendo recebido Mercê alguma em remuneração destes serviços como faz vêr por huma Certidão da Secretrª das Mercez, passada em 27 de Setembro de 1822.
Foi ouvido o Fiscal, Fonseca Gouveia, e diz que não estando o Supp. em circunstancias de obter o Habito d'Aviz, por não ter 20 anos de serviço da Lei, muito menos o está para lhe ser conferida a Comenda honoraria da mesma Ordem, que pede; podendo contudo implorar a remuneração correspondente aos serviços que fez na guerra.
O Ministro do Reino em 21 de Outubro ultimo remette estes papeis, e pede o parecer de Sua Ex.ª sobre esta pretenção."

Em 8 de Novembro de 1824
José Claudino Vellez da Silva




Fonte-Arquivo Histórico Militar



Sem comentários:

Enviar um comentário